E ele voa = nova-mente

Nova-mente passarinho voa.Alice fica naquela aparentemente, estática. No entanto, Seus dedos movem-se na velocidade raio luz possivel aparente. Alice escreve uma carta de amor. Alice escreve para dizer que ama ama ama e sente saudade.saudade.As cartas de Alice são apenas palavras palavras confusas que ela mesma nao compreende muito bem. como a boca.Ela fala fala fala pela epifania do amor Alice fala compulsivamente.Eu te amo.

 

Eu te amo.

 

Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.

 

Alice ama ser amada…

O Violão

Alice encontra aquele que toca

Que a toca como toca um violão

Ele a cativa na delicadeza dos versos

Como um quadro

Ele colore melodias em seu corpo

Entre canções ela se entrega aos acordes de um novo e eterno amor

Alice se despede, Aishiteru, mas não consegue deixa-lo ir

O espaço tempo se reduz e é preciso deixa-lo voar… ich liebe dich

Com a brisa ele se foi…

Choveu…

Alice toca um violão…

Aos Limões

Se seu si é mudo
Chora miúdo vive miúdo imundo.
Já pensou em sair do si desfrutar o mi e construir o nós? Os nós sabe?
da rede.. sede.. tem?
Sabe que isso me deixou pro fundo, pois tive que guardar o mundo
todo aqui dentro.
Compulsivamente
Compulsivamente
mente?
sente?
oque é isso?
Seria então mais um mundo imaginário?
marginal?
surreal?
criado então por mi, si e lá.
lá é tão sol que por vezes me delicio no mar.. lá no mar..
profundo aruíno ruínas afina sinas limas limões.
se… eu fosse então esse limoeiro eu me limoaria inteiro escorreria entre as pernas
e os gomos explodiriam com acidez e ferocidade. como um limão. Apenas..

A.

O quer Alice pode fazer se ele é passarinho? Simplesmente deixar esse A voar. Não existem gaiolas há serem quebradas, pois não existem limites delimitados. Aqui está frio, vento forte, leves sensações. A sua  ausência material me alimenta a escrita. Leio cartas antigas que na realidade nem são tão antigas assim. Semanas brasilienses saudosistas.  Percebo que já passaram várias estações e eu ainda estou no mesmo inverno em que te conheci. Sinto a necessidade do instante, me perco em saudade. Vejo o encantamento e desejo de vida como via em mim tempos passados. Meus olhos ardem, o corpo começa a tremer. Está acabando. O dia começa a se manifestar e eu sinto que devo partir. Sob o céu nacarado anseio o fim desta viagem. Vento doentio da doce madrugada canta. Quando durmo sou rendida pelo cansaço do corpo, mas não durmo apenas desmaio. Minha desatinada alma busca demasiadamente arrancar a angústia que me consome…. Consumo e sumo. Tempo sempre pede mais tempo. Recolho por fim resquícios do beijo. Passei uma vida passarinhando somente para te encontrar e agora, me resta apenas deixar-te voar como passarinho que és enquanto eu passarinho irei à busca de uma árvore para me acolher. Pois já me importa o tempo. Coração de gente é terra que ninguém anda…

Alice e a pergunta

Alice estava esquecida em um labirinto suburbano até que ele fez uma pergunta,  – já sabe voar Alice? encantada…que fazer? Alice perdida… Alice espera? procura? Alice sozinha… procura o Filósofo para aprender a voar.. onde esta a porta de Kairos? Porque o Filósofo fala tão pouco.. porque o Filosofo com sobrenome de poeta sumiu? porque Alice ainda refaz o mesmo caminho para encontrar o Filósofo? Alice insiste.. faz o mesmo caminho todos os dias, já sabendo das horas e das possibilidades. Alice saudosista estranhamente quer encontrar com Filósofo para assim deixar de ser passarinho e virar borboleta. Esse tu, desconhecido, filósofo poeta do silêncio quando se traduz em palavras, encanta. Quase monossilábico.

Quando ele viu, ele se viu.. ele riu..

abelha-17onde está?

 

Alice convida, performance web

As Historietas de Alice

Sadako e a porta de Kairos

 

Alice estará na rede todas as noites da meia noite a uma da manhã disponível para historieta virtual.

caso queria, add Alice no gtalk, ashistorietasdealice@gmail.com  ou de um like na pagina do facebook, As historietas de Alice e fale com Alice.

em breve mais horarios.

 

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.